reflexão

Um apólogo - Machado de Assis

20:25Natali Moura

Tumblr_lz0dmh68ue1qcbsgdo1_500_large
http://weheartit.com/entry/34643629

Olá pessoal, está havendo uma gincana bem legal na minha escola que tomou bastante o meu tempo, por isto fiquei sem atualizar os blog esses dias! Estava com saudades daqui ^^ Trouxe um texto que gosto muito do Machado de Assis.

Era uma vez uma agulha, que disse a um novelo de linha:

— Por que está você com esse ar, toda cheia de si, toda enrolada, para fingir que vale alguma cousa neste mundo?
— Deixe-me, senhora.
— Que a deixe? Que a deixe, por quê? Porque lhe digo que está com um ar insuportável? Repito que sim, e falarei sempre que me der na cabeça.
— Que cabeça, senhora?  A senhora não é alfinete, é agulha.  Agulha não tem cabeça. Que lhe importa o meu ar? Cada qual tem o ar que Deus lhe deu. Importe-se com a sua vida e deixe a dos outros.
— Mas você é orgulhosa.
— Decerto que sou.
— Mas por quê?
— É boa!  Porque coso.  Então os vestidos e enfeites de nossa ama, quem é que os cose, senão eu?
— Você?  Esta agora é melhor. Você é que os cose? Você ignora que quem os cose sou eu e muito eu?
— Você fura o pano, nada mais; eu é que coso, prendo um pedaço ao outro, dou feição aos babados...
— Sim, mas que vale isso? Eu é que furo o pano, vou adiante, puxando por você, que vem atrás obedecendo ao que eu faço e mando...
— Também os batedores vão adiante do imperador.
— Você é imperador?
— Não digo isso. Mas a verdade é que você faz um papel subalterno, indo adiante; vai só mostrando o caminho, vai fazendo o trabalho obscuro e ínfimo. Eu é que prendo, ligo, ajunto...
Estavam nisto, quando a costureira chegou à casa da baronesa. Não sei se disse que isto se passava em casa de uma baronesa, que tinha a modista ao pé de si, para não andar atrás dela. Chegou a costureira, pegou do pano, pegou da agulha, pegou da linha, enfiou a linha na agulha, e entrou a coser.  Uma e outra iam andando orgulhosas, pelo pano adiante, que era a melhor das sedas, entre os dedos da costureira, ágeis como os galgos de Diana — para dar a isto uma cor poética. E dizia a agulha:
— Então, senhora linha, ainda teima no que dizia há pouco?  Não repara que esta distinta costureira só se importa comigo; eu é que vou aqui entre os dedos dela, unidinha a eles, furando abaixo e acima...
A linha não respondia; ia andando. Buraco aberto pela agulha era logo enchido por ela, silenciosa e ativa, como quem sabe o que faz, e não está para ouvir palavras loucas. A agulha, vendo que ela não lhe dava resposta, calou-se também, e foi andando. E era tudo silêncio na saleta de costura; não se ouvia mais que o plic-plic-plic-plic da agulha no pano. Caindo o sol, a costureira dobrou a costura, para o dia seguinte. Continuou ainda nessa e no outro, até que no quarto acabou a obra, e ficou esperando o baile.
Veio a noite do baile, e a baronesa vestiu-se. A costureira, que a ajudou a vestir-se, levava a agulha espetada no corpinho, para dar algum ponto necessário. E enquanto compunha o vestido da bela dama, e puxava de um lado ou outro, arregaçava daqui ou dali, alisando, abotoando, acolchetando, a linha para mofar da agulha, perguntou-lhe:
— Ora, agora, diga-me, quem é que vai ao baile, no corpo da baronesa, fazendo parte do vestido e da elegância? Quem é que vai dançar com ministros e diplomatas, enquanto você volta para a caixinha da costureira, antes de ir para o balaio das mucamas?  Vamos, diga lá.
Parece que a agulha não disse nada; mas um alfinete, de cabeça grande e não menor experiência, murmurou à pobre agulha: 
— Anda, aprende, tola. Cansas-te em abrir caminho para ela e ela é que vai gozar da vida, enquanto aí ficas na caixinha de costura. Faze como eu, que não abro caminho para ninguém. Onde me espetam, fico. 
Contei esta história a um professor de melancolia, que me disse, abanando a cabeça:
— Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária!

Texto extraído do livro "Para Gostar de Ler - Volume 9 - Contos", Editora Ática - São Paulo, 1984, pág. 59.

Quem nunca serviu de "agulha"? Quem nunca abriu caminhos e proporcionou grandes oportunidades à outras pessoas e depois do feito, foram esquecidas? É triste, mas infelizmente nesta vida encontramos muita gente que só quer se aproveitar de nós e subir na vida nos usando como escada! O que acharam do texto? Gostarei muito de saber!

You Might Also Like

14 comentários

  1. Que perfeito este texto! Machado de Assim escreve tão bem *--*
    Beijos

    blogmodaonline.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. menina, que lindoo
    adorei :D

    Beeeijooos

    http://www.youtube.com/blogdareh

    http://re-becah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Assim como você, também adorei o texto ;)
    Beijos da sua afiliada ;*
    beatriz-officiels.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. é vdd,mas a agulha tbm ficopu se achando mto, mostra outra lição.
    ja tinha lido esse conto no meu livro de gramtica faz te4mpinho, eu gostei :)
    ah, o Nicholas é de mais msm, haha
    bj
    lamourmonage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Já havia lido o texto, mas não lembrava do final. Foi muito bom ler novamente. Obrigada

    Tem uma pesquisa lá no blog. Ficaria feliz se você respondesse
    Bjos
    http://jayfereguetti.blogspot.com
    @jayfereguetti

    ResponderExcluir
  6. Ja conhecia e sempre que leio novamente percebo o quanto é verdade!!
    http://kelly-club.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Natalí , tudö bem ?
    Bom, esttou de voltta *o* e queria agradecer pelo carinho que teve comigo e meu blog, foi muito importante sua ajuda & apoio, espero ver você sempre no blog. Obrigado gatinha (:
    Beijinhos :3
    http://teens-2011.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Amei o texto , é muito chato como as pessoas gostam de ver a outra triste é estranho !

    http://mundodasgarotasforever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. nossa! mto linda a história.. agora eu refleti, neah q é verdade, muitas vezes fazemos coisas q somos esquecidos e quem fica com toda a vantangem são os outros é bem triste, mas é a pura verdade.
    adorei o post.

    tenha uma ótima semana
    beijinhoos
    http://canalfofys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

  10. Te indiquei um meme no meu blog :) Espero que você goste!
    Beijo
    Mariana | Sem querer me intrometer

    ResponderExcluir
  11. NOSSA MUITO BOM ESSE TREXINHO QUEM NUNCA SERVIU DE AGULHA,REALMENTE EXISTEM PESSOAS QUE QUEREM NOS USAR PRA CRESCER NA VIDA,ISSO É MESMO FATO!

    http://dezapaixao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amaada de Cristo ameiiiiiiiii por demais o seu blog ! Eu tenho tbm um blog relacionada também para meninas,já coloquei o seu banner nele aqui o link http://www.adotadospelopai.com.br/ PARCERIA ACEITA? Qualquer duvida ou sugestão eu tenho o e-mail também Adotadospelopai@gmail.com
    Espero a sua resposta :)

    ResponderExcluir
  13. Ô Jesus , curti o post flor! só achei um pouquinho grande !!


    BEIJÃO, IANA PAULINHA
    http://ianapaulinhaaaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oii...seu blog é um charme! adorei tudo por aqui!
    Da uma passadinha no meu, se gostar e quiser seguir, retribuirei com o maior carinho :)
    http://decoradaseesmaltadas.blogspot.com.br/
    Se tiver um tempinho, curte a fan page do blog? :)
    http://www.facebook.com/Decoradaseesmaltadas
    Beijoos te espero por la!

    ResponderExcluir

Seu comentário será lido e depois aprovado.

Popular Posts

Curta a fanpage!

Formulário de contato